nov 12 2009

[Vazamento] Entrevista a Carta Capital que não saiu!

Category: carta capital,entrevistas,projeto rain downAndrews F.G @ 0:45
A entrevista abaixo foi concedida a revista Carta Capital em outubro, mas por algum motivo desconhecido, não foi publicada. Acredito que é válido deixar o registro aqui, pelas perguntas feitas e a dedicação que tive ao respondê-las.


Você é paulistano? Qual é seu nome completo? Quantos anos tem?
Sim, paulistano. Meu nome é Andrews Ferreira Guedis e tenho 22 anos.

Você trabalha como editor de vídeo?
Não, sou webdesigner, mas sempre me envolvi com vídeos desde pequeno. Lembro que gravava tudo que passava na TV em fitas VHS e ficava lá pirando com minhas edições, cortando comerciais, etc.

Faz faculdade? É formado? Trabalha no que?
Sou formado na minha área. Fiz um curso superior tecnólogo de Web Design/Sistemas Virtuais. Trabalho como webmaster de um grande jornal on-line.

Como surgiu a idéia de fazer o vídeo?
Foi espontâneo, eu apenas queria montar uma simples música e acabei montando todo show. Quando surgiu os primeiros vídeo no YouTube, apenas mixei todos em um só e o resultado foi tão bom que muita gente me incentivou a fazer o restante. Depois isso se tornou um projeto, um DVD e consequentemente uma ideia nova.

Qual é a faixa do dvd predileta?
Eu gosto muito de Weird Fishes (Arpeggi), mas fico em dúvida, fiz um trabalho muito peculiar em Idioteque. Eu queria acompanhar o ritmo da música, mechendo em todos os ângulos, ficou muito legal.

Quantos vídeos foram usados?
Não sei estimar, para cada música foi cerca de 10, 15, alguns até mais, outros até menos.

Qual era, em média, o tempo de gravação dos vídeos?
A edição durava cerca de 5 horas para ser finalizada, mas isso dependia muito. Antes disso sempre perdia um bom tempo convertendo e pesquisando o material.

Pensou em vender o DVD?
Desde o começo deixei claro que a minha intenção era apenas por para download gratuito e disponibilizar no YouTube. Vender comercialmente, nunca. Eu apenas enviei por correio algumas cópias do DVD, para pessoas que vieram atrás de mim afirmando que não conseguiram baixar ou gravar. Essa dificuldade é comum e eu cobrei o preço da mídia, mais capa, mais frete. O que era justo, na minha opinião.

O pessoal do Radiohead já viu as gravações?
Acredito que alguém próximo ao Radiohead ou até eles mesmos devem ter conhecimento do projeto. Não acredito que eles venham a dar uma resposta ou se pronunciar sobre o assunto. Mas fica a curiosidade. Se um dia algum jornalista daqui os entrevistar, seria legal fazer essa pergunta e demonstrar o projeto que os fãs brasileiros fizeram. Fica aí minha sugestão.

Sabe quantos downloads foram feitos até agora?
Minha última contagem estimava cerca de 600 pessoas que fizeram o download, mas perdi a conta. No Youtube, um vídeo na íntegra que foi disponibilizado, já passa dos 4 mil views. Neste exato momento 400 pessoas estão baixando ou semeando o download de várias fontes.

Sobre o andamento dos vídeos do Rio:

Recebendo material de colaboradores do show de São Paulo, como Danilo Porto. que mandou vídeos para Videotape na primeira edição. A outra novidade é que aparentemente teremos uma colaboração internacional de vídeos do show do Rio. Recebi um contato do site Radiohead Perú, oferecendo grande material filmado por fãs da Colômbia e Itália, que estiveram aqui para o show. Enquanto isso, vou capturando material pelo YouTube, como realizado anteriormente.